fbpx
Search here...
TOP
Europa Holanda

Casa de Anne Frank: O museu mais emocionante do mundo

Casa de Anne Frank  O museu mais emocionante do mundo Easy Resize.com  - Casa de Anne Frank: O museu mais emocionante do mundo - holanda, europa
Tempo de leitura: 5 minutos

A casa de Anne Frank: De esconderijo judeu ao museu mais emocionante do mundo.

A casa de Anne Frank, com toda a certeza é o ponto turístico mais famoso e visitado da Holanda. Quem vai a Amsterdam sempre inclui a visita a antiga fábrica holandesa, no roteiro. E também, não poderia ser diferente já que o lugar é junto com o campo de Auschwitz, um triste vestígio da presença do nazismo neste mundo. Com toda a certeza é um daqueles lugares que marcaram a história da humanidade.

Anne Frank ficou no esconderijo  de 13 de julho de 1942 e 1 de agosto de 1944 quando foi descoberta pelos nazistas.Depois disso, ela e sua família foram levadas para um campo de concentração. O esconderijo foi descoberto devido a denúncia de um vizinho, e até hoje não se sabe quem foi o responsável.

No diário a jovem, na época com 13 anos, narra o dia a dia de 7 judeus escondidos na Holanda na época da segunda guerra. Nesta época,  muitos judeus se escondiam em porões, aguardando o término da guerra na tentativa desesperada de salvarem suas vidas e fugirem do horror dos campos de concentração.

O diário de Anne Frank vendeu mais de 30 milhões de cópias em todo o mundo. Além disso, também foi publicado em mais de 60 países e traduzido para 70 idiomas.

Miep Gies foi o anjo que ajudou estes 7 judeus a se esconderem nesta fábrica. Após o fim da segunda guerra, ela entregou o diário ao pai de Anne Frank, Otto Frank. único membro da família que sobreviveu ao holocausto. Anos depois ele publicou o diário.

Hoje, a casa de Anne Frank é aberta ao público e atrai milhares de turistas todos anos.

 

O diário de Anne Frank

O diário de Anne Frank foi um dos livros que eu mais gostei de ler e o que me fez ter a vontade de visitar a Holanda. De quebra eu acabei me apaixonando por Amsterdam.

Um livro emocionante e muito sensível. Apesar de ser apenas uma menina, ao longo do diário você percebe o amadurecimento espiritual dela. Além disso, ela também descreve o horror que muitos judeus viveram na época da segunda guerra.

No diário, Anne Frank expressa seu sonho de algum dia ser uma grande escritora.De fato o sonho dela se realizou, ainda que  postumamente. Afinal, a história de uma jovem garota acabou se tornando  o maior símbolo do holocausto.

Seu sonho de vender muitos livros se concretizou.

Quem publicou seu diário, após fazer algumas alterações, foi seu pai Otto Frank  que retirou do diário as revelações de sua intimidade e de sua sexualidade recém aflorada.

Anne Frank viveu durante dois anos nesta fábrica holandesa com sua família, a família Van Daan e um dentista. Obviamente os conflitos eram inevitáveis e Anne Frank relata todo o seu sentimento em relação a cada morador e principalmente em relação a seus pais.

download anne frank 194x300 - Casa de Anne Frank: O museu mais emocionante do mundo - holanda, europa

Uma das edições mais recentes do Diário de Anne Frank

 

 

A casa de Anne Frank

Anne Frank se escondeu com sua família e uma outra família, os Van Daan num anexo secreto em uma fábrica na Holanda em Amsterdã. Hoje o local do esconderijo é um museu que conta toda a história dela e contém textos do diário original, revistas de astros de cinema da época que ela ganhava de presente dos amigos que a esconderam.Também tem um livro que ela ganhou em um dos seus aniversários, fotos dela e de sua família e dentre outros pertences particulares.

Para quem não leu o livro visitar a casa museu é emocionante, mas pra quem leu é ainda mais. Afinal,  é impossível você entrar lá e não se lembrar dos trechos do diário. Mas tendo lido ou não o livro, é bom ir preparado para sentir uma forte emoção.

Eu já fui preparada antes porque ouvi diversos relatos de colegas que já tinham estado na casa e que tinham sentido uma emoção muito forte.  Teve uma colega que relatou ter sentido muita dor de cabeça e tontura. Eu acredito que se deva a energia que está impregnada no local, já que este foi palco de muito sofrimento e angustia.

casa de anne frank

Como é a casa de Anne Frank

Assim que chega você na casa museu, a primeira coisa que você vê é a estante de livros que escondia a porta que dava para o esconderijo. Dentro da casa não possui mais os móveis que eles usaram, mas têm fotos onde você vê como era. Lá você vê a pia onde eles cozinhavam e onde Anne Frank costumava passar o dia descascando batatas. O vaso onde eles faziam suas necessidades, que por sinal era bem pequeno assim como o banheiro.

Nessa hora você lembra que 7 pessoas usavam aquele mesmo sanitário e que muitas vezes eles não davam descarga para não fazer barulho e correrem o risco de serem descobertos. Só de pensar nisso já te vem uma sensação de angústia ao imaginar as péssimas condições que aquelas pessoas passaram por tanto tempo.

Chega um momento que você sobe uma escadinha tão estreita que você precisa até se agachar.Mas, não se preocupe pois não é nada difícil de ser feito.Um momento muito inesquecível pra mim foi quando eu vi a janela do porão onde Anne Frank costumava passar as horas contemplando o céu e conversando com seu amigo Peter. Neste sótão e olhando para essa janelinha Anne Frank e Peter viveram seus últimos momentos juntos.

Ao olhar para essa janela eu lembrei na hora desse trecho do livro. Foi algo muito intuitivo da minha parte porque na visita não tem acesso ao porão. Eu simplesmente olhei para cima e vi a janela. Nesse momento eu senti uma grande emoção ao pensar em tudo que aquelas pessoas sofreram durante dois anos.

Dois anos sem poder se locomover, sem poder ver a natureza. Presos e amedrontados unicamente por conta de sua orientação religiosa.

Como visitar a Casa de Anne Frank

Na época e que eu visitei a Holanda, em Maio de 2016 você podia comprar o ingresso na hora ou pela internet. Hoje em dia você só pode comprar o ingresso pela internet, através do site www.annefrank.org. Os ingressos tem hora marcada e você deve realizar sua visita nesse horário. 80% dos ingressos online são vendidos já com 2 meses de antecedência.Os outros 20% você reserva no dia exato que for visitar a casa. Mas, não tem mais como você comprar na bilheteria local. Assim, mesmo que você compre o ingresso no mesmo dia da visita, você precisa ir até o site e comprar online.

E não esqueça de constantemente verificar o site. Afinal, assim que abrem as compras para os dias os ingressos esgotam de uma maneira muito rápida.

O ingresso custa 10,50 euros e o museu  funciona das 9 as 22 horas.

Se você está pensando em ir a Amsterdam ou já está com viagem marcada eu recomendo muito essa visita. Não deixe de ler o livro antes. Assim, com toda a certeza a visita será muito melhor aproveitada por você. Até porque para quem ama ler uma das coisas mais emocionantes da vida é está no local onde a história daquele livro emocionante aconteceu.

E então pessoal vocês já leram o diário de Anne Frank? Para quem já foi na casa de Anne Frank como você se sentiu? Conta tudo nos comentários que eu quero muito saber.

Um abraço

Vai para Holanda? Leia também

TudoSobreViagens

Anna Karina Faria Pires

Carioca de 29 anos, bacharel em direito, amante de viagens, aventureira, com o sonho de conhecer o mundo!

«

»

×

Curta a nossa Página!